III Jornada Gaúcha de Psicopedagogia

Palestrantes


Mônica Pagel Eidelwein
Associação Brasileira de Psicopedagogia - Seção RS

Possui Licenciatura em Pedagogia Habilitação em Magistério das Matérias Pedagógicas do Segundo Grau pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1989), Especialização em Metodologia do Ensino de Primeiro Grau na Área Sócio-Humanística (1991), Especialização em Psicopedagogia (1999), ambas pela Universidade Feevale e Especialização em Gestão de Polos (2012) pela Universidade Federal de Pelotas. Realizou Mestrado (2006) e Doutorado (2012) em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Pós-doutorado (2017) no Núcleo de Informática Aplicada à Educação da Universidade Estadual de Campinas - NIED/UNICAMP. Possui experiência na Educação Básica como professora e coordenadora pedagógica na Rede Pública Municipal de Novo Hamburgo e no Ensino Superior como docente em disciplinas relacionadas à área da educação, enfocando temáticas como: didática, currículo, educação infantil, educação a distância, educação matemática, inclusão, avaliação, formação docente, desenvolvimento humano, aprendizagem e Psicopedagogia Clínica e Institucional. Atuou como coordenadora do Polo da Universidade Aberta em Novo Hamburgo de 2009 até 2017. Tem experiência como psicopedagoga no âmbito clínico e institucional e na formação de Psicopedagogos. Atualmente atua como docente no Curso de Especialização em Psicopedagogia: abordagem clínica e institucional da Universidade Feevale e como assessora da inclusão na equipe multiprofissional da Secretaria de Educação em Novo Hamburgo. É integrante da Cátedra UNESCO de Educação a Distância da UNB e participa da Assessoria de Ação Social e Cultural da Associação Brasileira de Psicopedagogia – Seção RS (Gestão 2017/2019). Participou do Grupo de Estudos e Pesquisa em Integração/Inclusão Escolar – UFRGS (2004/2006), do Grupo de Pesquisa: Praktiké – Educação e Currículo em Ciências e Matemática - UFRGS (2008/2014) e do Grupo de Pesquisa Política, Tecnologia e Educação – UEL (2014 - atual).

SINOPSE: 14h00 - Mesa-redonda “Desafios da Psicopedagogia na Sociedade Hoje: tecnologias e aprendizagem”

O uso das tecnologias leva à ressignificação da aprendizagem e ao (re)posicionamento do sujeito como aprendente-ensinante. Portanto, entende-se que os profissionais da Psicopedagogia necessitam vivenciar experiências que os possibilitem ser protagonistas nesse processo. Nesse sentido, compartilhar de um espaço que favoreça o pensar a partir de experiências de psicopedagogos, que utilizam as tecnologias na prática psicopedagógica, se faz relevante. Assim, a mesa proposta abordará duas experiências: o trabalho desenvolvido com crianças e adolescentes - público alvo do atendimento educacional especializado - atendidos em salas de recursos, na Rede Pública Municipal de Novo Hamburgo e o trabalho desenvolvido com idosos, em atendimento particular, no qual desejam aprender a usar as novas tecnologias digitais.  Busca-se assim, a reflexão sobre o processo de formação e o (re)posicionamento desses profissionais como sujeitos aprendentes-ensinantes.

- voltar -